Área do Cliente

Acesso ao sistema

Notícias

Direito garantido

06/03/2014

Não é mais preciso entrar na justiça para garantir a correção monetária das contas do FGTS. O fato da Defensoria Pública da União ter ingressado com ação beneficia a todos, inclusive aposentados e quem já sacou o FGTS, pois levará em conta o saldo que tinha nos períodos correspondentes à ação.

 

O despacho foi de Juiz Bruno Brum Ribas da Justiça Federal de Porto Alegre, a pedido da Defensoria Pública da União. Desde 1999, saldo do FGTS está sendo corrigido pela taxa referencial (TR). A taxa está abaixo da inflação, que corrói o valor real dos recursos depositados. O saldo, segundo o documento, terá que ser depositado na conta do trabalhador ou, em caso do falecimento, aos seus dependentes legais ou sucessores.

Últimas Notícias

Esaacon Ltda. ©2014 - Todos Direitos Rervados

Rua Carlos Brenner Sobrinho | 101 | Bairro Rio Branco
Novo Hamburgo - RS

Fone: (51) 3593.4212 | E-mail: esaacon@esaacon.com.br

SOCIAL